QUINTA-FEIRA, 01 DE OUTUBRO DE 2020

Causas E Tratamentos Para Varizes Durante A Gravidez

Publicidade

Basicamente a grande maioria das mulheres gestantes possuem uma grande preocupação com a varizes sobressaltadas que recobrem toda a perna, nos últimos meses da gravidez. Contudo além dos constantes inchações e dores e grande desconforto sobre a área das pernas. As varizes são um dos sintomas que aparecem durante a gravidez. Mas para alegria das mamães, existem algumas técnicas que podem ajudar a solucionar esse problema. Veja neste artigo algumas informações sobre causas e tratamentos para varizes durante a gravidez.

Varizes

As varizes de um modo geral são as veias que se dilatam e acabam de deformando. Além disso elas podem aparecer em qualquer parte do corpo humano, mas são mais comuns nos pés e pernas, devido ser uma região com mais dificuldade de retorno venoso. Isso porque as veias das pernas são as que possui responsabilidade de fazer com que o sangue retorne normalmente para o coração, depois de concluir a irrigação dos membros inferiores do corpo.

Então elas têm a válvulas que podem impulsionar o sangue para cima, sendo assim os pés acabam impedindo que o sangue retorne para a região dos pés, pois a força da gravidade não favorece esse processo. Assim quando as válvulas não conseguir exercer suas funções corretamente, o sangue acaba formando uma espécie de poço nas veias. Dessa forma, a dilatação e deformação acontece, ou seja, a famosas varizes.

Publicidade

Sintomas das varizes

As varizes podem ficam mais evidentes a olho nu, quando estão nas veias mais superficiais da pele, deixando alguns pontos com aspecto azul ou roxo, geralmente aparecem primeiramente nos pés. Porém, existem alguns dilatações e deformações em veias mais profundas, que só podem ser vistas com um exame de ultrassonografia sobre as pernas.

Vale lembrar também que elas podem ser indolores, mas também podem gerar um grande desconforto sobre o local de deformação. Sendo assim alguns sintomas comuns são, sensação de pernas sempre cansadas e pesadas, grande sensibilidade sobre as pernas, coceira constante, inchaço nos pés e tornozelos e um ardor sobre algumas regiões.

Porque as varizes aparecem mais durante a gestação?

Em grande maioria das vezes as mulheres são mais atingidas pelas varizes, devido aos fatores hormonais. Por isso é muito comum que esses sintomas sejam mais agravantes durante os períodos menstruais e durante o período de gestação. Além disso existem alguns fatores ligados a predisposição genética que podem ser associados as varizes.

E como o período de gravidez, reúne, uma extensa série de condições que acabam favorecendo as varizes no corpo. Por exemplo, as mudanças hormonais, sobre carregamento das pernas, devido ao aumento de peso, e o aumento de sangue, fazendo com que o sistema circulatório trabalhe em dobro. Mas também existem outros fatores que podem ser associados como a pressão do útero sobre as veias que fazem drenagem do sangue das pernas e a compressão que as estruturas dos órgãos exercem aumentando ainda mais a pressão que está sobre as pernas.

Prevenção das varizes na gestação

Não existem nenhum remédio determinado que consiga especificamente prevenir o surgimento das varizes durante a gestação. Isso porque as condições de uma mulher grávida estão muito associadas a algumas condições de risco. Por isso, caso a mulher já tenha alguns casos de varizes sobre a família, as chances de desenvolver pode ser genética o que dificulta ainda mais na prevenção. Mas ainda que seja incerto, existem algumas medidas que podem ao menos amenizar ou até mesmo evitar as complicações das varizes.

  • Evitar o ganho de peso extremo

Quando a mulher ganha muito peso, as pernas acabam ficando muito sobrecarregadas e podem desenvolver as varizes com mais facilidade. Sendo assim uma boa dica, é tentar evitar esse ganho de peso extremo para que as varizes não apareçam com mais facilidade.

  • Evite cruzar as pernas quando estiver sentada

Para tristeza das mulheres essa posição acaba pressionando muito as veias das pernas, fazendo com que a circulação do sangue seja ainda mais dificultada. Dessa forma, essa posição pode comprometer a postura do corpo da mulher e ainda faz com que a região das costas da mulher tenha dores.

  • Manter as pernas elevadas

Uma boa dica para evitar que as varizes apareçam durante a gravidez, é colocando as penas em posição elevada sempre durante ao dia, ou até mesmo durante a noite de sono. Isso porque essa posição permite que as pernas tenham um maior retorno venoso, o que dificulta a ação da gravidade e faz com que as veias tenham acesso mias facilitado para a circulação sanguínea.

  • Massagens nas pernas e pés

As massagens nas pernas e pés podem ser benéficas em diversos fatores durante a gestação de uma mulher. Além de favorecer o relaxamento dessa região, essas massagens podem descomprimir os vasos e fazer com que a circulação do sangue seja favorecida, diminuindo o inchaço sobre essas regiões.

  • Usar um descanso para a região dos pés

Caso a gestante trabalhe muito sentada, ela precisa ter um banco de apoio, para que ela consiga elevar seus pés, de modo que seja um descanso para eles. Vale lembrar, que as pernas nessa posição ajudam a circulação sanguínea de forma correta no corpo, o que evita e muita nas varizes.

  • Exercícios com os tornozelos

Muitas pessoas não sabem, que existem alguns exercícios com os tornozelos que são capazes de aliviar a pressão sobre a área das pernas. Por exemplo, a cada meia hora que a gestante estiver sentada, gire ele no sentindo anti-horário para que o fluxo de sangue consiga ter sua função potencializada.

  • Levantar de hora em hora

A cada uma hora que a gestante estiver sentada, ela deve levantar e fazer uma pequena caminhada, para que suas pernas sejam estimuladas com a circulação de sangue. Também é importante se alongar para que a região lombar tenha um maior descanso, e não seja muito pressionada.

  • Fazer pequenas atividades físicas

Hoje em dia existem muitas atividades físicas leves que são indicadas pelos médicos para as gestantes. Por exemplo, ioga, pilates, caminhadas, e varias outras atividades que fazem com que o sistema cardiovascular tenha função potencializada, de modo que as veias não fiquem sobrecarregadas.

  • Uso de meias elásticas

As meias elásticas de compressão devem ser prescritas por um médio especialista. Isso porque cada uma delas, possui um grau de compressão distinto. Assim caso use uma errada, o problema em vez de ser aliviado pode acabar piorando a situação.

  • Se deitar em posição esquerda do corpo

Existe uma veia que fica localizada apenas na parte esquerda do corpo, que é a veia cava inferior. Dessa forma, quando se deita apenas do lado direito. O útero da mulher acaba pressionando essa veia em especifico. Fazendo com que a pressão das veias aumente ainda mais. Desse modo, quando se deita do lado esquerdo, o corpo pode ter uma circulação do sangue mais efetuada. O que evita o surgimento das varizes sobre as pernas e outras regiões. Além disso essa posição é muito indicada, para as mulheres nos últimos meses da gravidez, onde a barriga está maior, e fica mais difícil dormir.

Publicidade

Tratamento de varizes na gravidez

Os tratamentos mais convencionais de hoje em dia para as varizes são as cirurgias e aplicações. Porém nenhuma delas podem ser realizados durante uma gestação. Mas existem alguns meios de reduzir os constantes desconfortos com uma serie de prevenção. Por exemplo, fazer compressa de gelo sobe a área afetada pelas varizes, para aliviar as dores e alternar águas frias e quentes sobre as pernas durante a hora de banho.

O que poucas mulheres não sabem, é que as varizes da gestação tendem a melhorar após três meses até um ano após o nascimento da criança. Porém não se voltam totalmente ao normal, mas que podem receber tratamento após a gravidez. Vale ressaltar também que as varizes não apresentam nenhum sinal de risco para o bebê. Apenas interferem no bem-estar da mulher.

Riscos das varizes no período de gestação

As gestantes com varizes devem fazer tratamentos além do comum pré-natal. Fazendo acompanhamento com angiologista para que as complicações desse problema sejam evitadas. Isso porque, ainda que as varizes possam ser algo considerado simples, podem acabam causando alguns problemas sérios para a mulher. Por exemplo, a tromboflebite superficial, úlcera de estase e varricovagia. Que são problemas gerados pela complicação das veias sanguíneas do corpo. Contudo, é importante deixar claro que esses problemas são bem raros. E geralmente se desenvolvem nas mulheres que já tinha varizes antes de engravidar. Além disso as varizes acabam sendo apenas um desconforto. E muito raramente chega a se tornar um grande problema.

Considerações finais

Como pode perceber, existem algumas formas de aliviar os efeitos das varizes durante uma gestação. E após esse período é possível fazer procedimentos mais eficazes que podem solucionar o problema. Por fim, não deixe de usar todas as nossas orientações para que consiga aliviar os efeitos das varizes. Ou até mesmo evita-los em sua gestação. Vale lembrar que elas podem ser evidentes ou não. Por isso o melhor a se fazer é realizar todas essas orientações com acompanhamento de um médico especialista.

Publicado em: 8 de janeiro de 2020

Relacionados

Deixe seu comentário

© Copyright UalBr 2020. Todos os direitos reservados.

Este Blog Utiliza o cookies para garantir que você tenha uma otima experiência. OK | Mais informações