SEXTA-FEIRA, 25 DE SETEMBRO DE 2020

Quais São Os Fundos Imobiliários Mais Baratos Para Investir Em 2020

Basicamente os fundos imobiliários permitem que as pessoas invistam no setor sem que precise comprar, vender ou a própria locação. Ou seja, na prática é possível aplicar em diversas modalidades que exploram empreendimentos e fazem divisão entre todos os envolvidos. Além disso, a aquisição de cotas no fundo imobiliário tem gerado uma boa taxa de rentabilidade bastante atrativa para grande parte dos brasileiros. Entretanto, para ter acesso as melhores oportunidades do fundo de investimento imobiliários é necessário ter um certo conhecimento sobre o mercado. E ainda é preciso estar sobre todas as opções disponíveis. Sendo assim, separamos nesse artigo diversas informações para que saiba quais são os fundos imobiliários mais baratos para investir no ano de 2020.

O que são os fundos imobiliários?

De modo geral, os fundos de investimentos imobiliários são os de renda variável com diversas pessoas que conseguem investir em muitos ativos imobiliários. Por exemplo, shoppings, hotéis, e diversos outros tipos de imóveis. Vale lembrar que atualmente existem três tipos de fundo de investimento de imóveis.

Publicidade

Primeiramente, Fundos de Tijolo, como shoppings, galpões logísticos, imóveis físicos e escritórios. Depois Fundos de Papel, como papeis de renda fixa com ligação como os Certificados de Recebíveis Imobiliários. Por fim, os Fundos Híbridos, que são os que misturam os tijolos imobiliários, empreendimentos e alguns tipos de fundos de outros fundos.

Sedo assim os Fundos de Investimentos Imobiliários, são basicamente o que te do acesso a um imóvel sem que tenha que comprar apenas esse ativo em questão. Ou seja, essa modalidade de fundo permite que uma pessoa compre uma cota e se torne dono de uma parte de determinado empreendimento ou pode também comprar papéis de alguns imóveis. Desse modo o cotista recebe uma participação sobre os lucros, de acordo com a quantidade de cotas e títulos de rendimentos.

Vale lembrar que é possível ganhar dinheiro com os fundos de investimentos imobiliários de duas formas. Primeiramente por meio da valorização das cotas e outra por meio da distribuição de rendimentos realizadas pelo administrador do fundo. Hoje em dia existem mais de cem FII que podem ser encontrados na Bolsa de Valores.

Qual o rendimento dos Fundos de Investimento Imobiliário?

Devido o fato de se tratar de um fundo de renda variável, essa modalidade de fundo, sofre diversos tipos de oscilações sobre a taxa de rendimentos. No entanto, eles costumam render em um bom resultado para todos os seus investidores. Caso seja um novo investidor nesse mercado, nossa orientação é que evite ao máximo aplicar seus recursos em um único fundo imobiliário. Sendo assim, nossa orientação é que mantenha a regra de diversificação de investimentos escolhendo diversos ativos de vários perfis distintos.

Isso porque, caso ocorra algum tipo de oscilação em um setor, não tenha todos seus investimentos afetados. Mas caso tenha preocupação sobre quanto vai receber com essa aplicação, é importante que saiba que os rendimentos podem acontecer de duas formas diferentes. Ou seja, na valorização das cotas e sobre o recebimento de valores referentes a alugueis mensais.

 

De que forma são pagos os dividendos de fundos imobiliários?

Os dividendos de fundos de investimentos imobiliários são pagamentos realizados periodicamente, onde parte dos lucros das aplicações são liberados para todos os cotistas no fundo. Dessa forma, os fundos imobiliários distribuem semestralmente, cerca de no mínimo 95% de lucros líquidos. Entretanto, se analisarmos na prática, essa divisão costuma acontecer todos os meses.

Mas no caso de fundos com investimentos em locação de imóveis, a variação sobre o lucro pode cair, caso aconteça alguma situação de atraso do pagamento do aluguel. Porém, quando o imóvel passa por uma repactuação para valor mais baixo, fica em reformas ou vazio, também acaba gerando uma baixa de rendimento para os seus respectivos cotistas. Sobretudo, esses valores também podem aumenta quando os imóveis aumentam o valor do aluguel ou quando há uma diminuição sobre os custos dos fundos imobiliários.

É importante destacar que toda essa distribuição acontece em dinheiro, títulos de rendimentos, e podem ser creditados diretamente na conta do investidor. No entanto, os valores são distribuídos de acordo com as cotas de cada investidor. Ou seja, de acordo com seu numero de cotas presente na sua carteira de investimento.

 

Quais são os valores mínimos para investir em um fundo imobiliário?

De modo geral, os valores para investimento dos fundos imobiliários podem variar bastante. Isso porque atualmente existem algumas cotas que chegam a ser menores que R$ 5. Assim como também existem cotas que podem passar de R$ 4 mil. Dessa maneira é essencial ter cautela e atenção para negociar com os fundos imobiliários. Isso porque, caso negocie volumes muito baixos, os custos para esse tipo de operação podem acabar se tornando bastante cara e até mesmo chegar a ser algo inviável nas suas finanças.

Fundos de investimentos mais baratos para se investir em 2020

Certamente, umas das melhores forma de avaliar quais são os fundos de investimentos imobiliários mais baratos em 2020, está entre os valores patrimonial e de mercado. Assim, essa diferença resulta no P/PVA. Isso porque quanto menor for o valor indicador mais em conta vai ser o fundo de investimento imobiliário.

Publicidade

Confira abaixo a lista de investimentos com os mais baixos P/PVA de acordo com a base de dados do mercado relativo;

1°-GSFI11 – FII General (0,53).

2°-RBVO11 – FII Riobcri2 (0,59).

3°-EURO11 – FII Europar (0,66).

4°-EDGA11 – FII Galeria (0,71).

5°-RBBV11 – FII JHSF Fbv (0,90).

6°-XPCM11 – FII XP Macae (0,90).

7°-CARE11 – FII Dea Care (0,91).

8°-FIGS11 – FII Gen Shop (0,94).

9°-BBFI11B – FII BB Progr (0,99).

10°-CNES11 – FII Cenesp (0,99).

Vale lembrar que os dados da tabela acima não têm o intuito ofertar os fundos de investimentos imobiliários presentes no mercado. Ou seja, é apenas algo ilustrativo que não pode ser configurado como oferta ou recomendação.

 

Os fundos de investimentos imobiliários são uma boa alternativa para quem deseja criar uma reserva emergencial?

Certamente desenvolver uma reserva emergencial significa investir seu capital em algumas aplicações seguras e que tenham uma boa taxa de rentabilidade e liquidez. Dessa maneira, os fundos imobiliários podem servir para esse intuito, por se tratar de um tipo de ativo. Contudo é muito importante estudar e planejar todo investimento para que ele tenha essa finalidade.

Vale lembrar que os fundos imobiliários permitem que os investidores tenham dividendos mensais. Afinal, eles são provenientes dos alugueis que são destinados para os administradores dos fundos. Além disso, vale ressaltar que o momento atual da economia brasileiro vem mostrando evidencias de recuperação. Contudo vem sofrendo diversas oscilações devido o Covid-19 que tem afetado não apenas a economia nacional mais mundial. Também pelo fato da pandemia estar gerando uma grande queda na taxa Selic e altas quantidades de desemprego em todo país.

Sendo assim, caso tenha interesse de realizar sua reserva emergencial, deve estudar essa modalidade de investimento com diversificação. Assim é possível construir uma determinada reserva de emergência por meios dos fundos de investimentos imobiliários.

 

Considerações Finais

Em conclusão, essa modalidade de investimento é uma boa opção para as pessoas que estão iniciando no mercado de investimento em renda viável ou que estão à procura de uma diversificação de sua carteira. Mas, é necessário ter uma estratégia, e analisar o cenário atual antes de investir nos fundos imobiliários. Isso porque nos momentos de fortes oscilações, esses investimentos podem acabar não sendo tão atrativos. Porém, conhecer sobre o fundo de investimento imobiliário pode ajudar a ter um bom retorno financeiro. Dessa forma, agora que já sabe tudo sobre os fundos de investimentos imobiliários baratos, não perca tempo e seja um investidor.

Veja também:

Caixa Econômica Federal Divulga Nesta Segunda-feira Calendário De Pagamento Do Auxílio De R$ 600 Emergencial

Publicado em: 27 de abril de 2020

Relacionados

Deixe seu comentário

© Copyright UalBr 2020. Todos os direitos reservados.

Este Blog Utiliza o cookies para garantir que você tenha uma otima experiência. OK | Mais informações